Projeto Integrado MCT e Embrapa - PIME

Financiador: Financiadora de Estudos e Projetos-FINEP

Coordenação Geral: Ana Luisa Kerti Mangabeira Albernaz (MPEG)

Coordenadores das Instituições Co-executoras: Milton Kanashiro (EMBRAPA) e Maria Isabel Sobral Escada (INPE)

Integrantes: Maria Isabel Sobral Escada (Responsável); Camilo D. Rennó; Silvana Amaral; Ana Paula Dutra Aguiar; Pedro Assumpção Alves; Taise Farias Pinheiro; Claudio Aparecido de Almeida; Pedro Ribeiro de Andrade; Carolina Moutinho Duque de Pinho; Líliam César de Castro Medeiros; Érika Akemi Saito e André Gavlak.

Duração: 2007 a 2010

O PIME teve como objetivo integrar as competências desenvolvidas no âmbito de diferentes projetos de pesquisa cujo foco é a Amazônia (LBA, GEOMA, PPBIO, DENDROGENE e diversos projetos para o desenvolvimento de tecnologias regionais desenvolvidos pela EMBRAPA), por meio da cooperação científica e técnica existente nos quadros institucionais. Esta integração visa a geração de subsídios para políticas públicas (sob a forma de diagnósticos, do acompanhamento dos impactos sociais, econômicos e ambientais dessas políticas, da produção de cenários etc.). Tem também como objetivos a formação de pessoal especializado em problemas ambientais e a difusão e capacitação em tecnologias e práticas de produção mais sustentáveis para a região.  As áreas focais desse projeto forma as áreas de influência da BR-163 (Cuiabá-Santarém) e trecho adjacente da Transamazônica, da BR-319 (Porto Velho-Manaus) e da BR-158 (região do Arco do Desmatamento nas cabeceiras do Rio Xingu). Considerando que a madeira é o recurso condutor da sustentabilidade do Distrito Florestal Sustentável, o projeto foi construído em torno desta cadeia produtiva, tendo como subtemas principais a produção florestal madeireira e não madeireira e sua sustentabilidade, a criação do DFS e a reorganização do espaço, a articulação da exploração madeireira com a de outros recursos/outras cadeias (mineração, agricultura, pecuária, geração de energia), os efeitos da exploração madeireira nas condições ambientais, dinâmicas socioeconômicas e contexto institucional, desmatamento e modelos de uso e cobertura da terra, entre outras.

Assine a newsletter e fique por dentro dos nossos projetos.

desenvolvido por @reaquarelar